Javascript

JavaScript

É uma linguagem de programação interpretada. Foi originalmente implementada como parte dos navegadores web para que scripts pudessem ser executados do lado do cliente e interagissem com o usuário sem a necessidade deste script passar pelo servidor, controlando o navegador, realizando comunicação assíncrona e alterando o conteúdo do documento exibido.

É atualmente a principal linguagem para programação client-side em navegadores web.

Começa também a ser bastante utilizada do lado do servidor através de ambientes como o node.js.1 Foi concebida para ser uma linguagem script com orientação a objetos baseada em protótipos, tipagem fraca e dinâmica e funções de primeira classe.

Fonte: wikipedia

 

1 - Node.js é um interpretador de código JavaScript que funciona do lado do servidor. Seu objetivo é ajudar programadores na criação de aplicações de alta escalabilidade (como um servidor web), com códigos capazes de manipular dezenas de milhares de conexões simultâneas, numa única máquina física. O Node.js é baseado no interpretador V8. Foi criado por Ryan Dahl em 2009, e seu desenvolvimento é mantido pela empresa Joyent, onde Dahl trabalha.

O Javascript é uma das linguagens de programação mais fáceis para iniciantes na área de desenvolvimento. Por este motivo, dedico esta página ao estudo de lógica de programação usando o javascript e o interpretador de algoritmo VisualG.

 

Breve teoria...

O que é Lógica de Programação?

Lógica de ProgramaçãoPodemos dizer que é uma técnica de desenvolver sequências lógicas para atingir um determinado objetivo.
Essas sequências lógicas são chamadas de algoritmo e são adaptadas para linguagens de computador pelo programador para desenvolver um software.

O objetivo de um algoritmo é basicamente criar uma sequência de instruções para que uma tarefa possa ser realizada com precisão.

Essa sequência de instruções pode variar de programador para programador, porém o objetivo final deve ser alcançado.

 

Mãos no código...

Mãos no código

Variáveis...

Uma variável é um objeto capaz de conter um valor ou expressão. Podemos transportar e manipular seu conteúdo.

As variáveis só "existem" em tempo de execução, são associadas a "nomes", que chamados de identificadores, durante o tempo de desenvolvimento.

Para criar uma variável é necessário fornecer alumas informações como:

  • Nome da variável
  • Tipo da variável

O nome da variável serve para identificarmos seu conteúdo, exemplo:

Imagine você ter que criar uma agenda eletrônica, para isso precisará armazenar algumas informações como:

  • Nome da pessoa
  • Telefone residencial
  • Telefone celular
  • E-mail

A melhor forma para criarmos as variáveis é nomeá-las conforme o seu conteúdo, podemos exemplificar isso assim:

A variável que armazenará o "Nome da pessoa" pode ser chamada de "NOME", a variável que armazenará o "Telefone residencial" pode ser chamada de FONERES e assim por diante.

Já o tipo da variável, serve para identificarmos o tipo de seu conteúdo, se é texto, numérico ou lógico, por exemplo:

Na variável NOME o seu tipo será texto ou literal, pois armazenaremos uma sequência de caracteres, já a variável FONERES, podemos criar com o tipo numérico, para isso só iremos digitar números.

Vamos a um exemplo prático:

OBS.: Os exemplos abaixo estão montados de acordo com a estrutura de trabalho do software VisualG que é um interpretador de algoritimo, por esse motivo estamos trabalhando em "portugol".

Criar um algoritmo que leia o Nome de uma pessoa, seu telefone residencial, celular e email e mostrar os dados no final:

 

Código_01

 

Concatenação

Concatenar significa juntar conteúdos textos (literais), ou seja, podemos unir variáveis literais para termos um único resultado de saída, por exemplo:

Criar um sistema que peça o Nome e Sobrenome de uma pessoa, mostrar como resultado final o nome completo da pessoa:

 

Código_02

 

Estrutura Condicional

Há momentos em um sistema em que precisamos tomar decisões com as informações fornecidas, por exemplo, se a média de um aluno for maior ou igual a 7, podemos informar que o aluno está aprovado na disciplina, caso contrário (se for menor que 7) ele está reprovado.

Neste caso usaremos uma condicional (se - senão) para a tomada de decisão, veja exemplo abaixo:

 

Código_03

 

Encadeamento de condicionais

Agora imagine uma outra situação em que temos que tomar mais duas decisões, por exemplo, se o aluno tiver uma média maior ou igual a 7, está aprovado, se tirar média maior que 5 está de recuperação, caso contrário está reprovado.

Para isso vamos trabalhar com encadeamento de condicional, ou seja, vamos pesquisar as três opções usando dois condicionais encadeados.

 

Código_04

 

Comando escolha/caso

 

O comando escolha/caso facilita e muito quando temos vários itens para serem escolhidos, por exemplo um menu de opções com 5 itens a serem escolhidos, no lugar de usarmos o comando "se" encadeado, podemos usar facilmente o escolha/caso, ou se montarmos uma simples calculadora onde temos que escolher a opção que representa a operação matemática, veja no exemplo abaixo:

 

Código_05

 

 

Laço de Repetição

Basicamente existem três tipos de laços de repetição:

 

  • para/fimpara
  • repita/ate que
  • enquanto/fimenquanto

 

No primeiro momento os laços tem o mesmo objetivo, fazer com que uma determinada etapa do código se repita "n" vezes, por exemplo, Imagine que você queira imprimir os números de 1 a 5, no primeiro momento podemos usar 5 linhas do comando escreva e a cada linha alterar o número, assim:

 

  • escreva (1)
  • escreva (2)
  • escreva (3)
  • escreva (4)
  • escreva (5)

 

Porém o trabalho aumenta quando temos que repetir muitas vezes, neste caso usamos um laço para executar a tarefa, que ficará muito mais inteligente e com muito menos linhas de código, os exemplos abaixo demonstram a impressão de 150 números usando os laços "para, repita e enquanto".

 

 

Código_06

 

 

Código_07

 

 

Código_08

 

Vetores e Matrizes

Em programação de computadores, um arranjo (em inglês array) é uma estrutura de dados que armazena uma coleção de elementos de tal forma que cada um dos elementos possa ser identificado por, pelo menos, um índice ou uma chave. Essa estrutura de dados também é conhecida como variável indexada, vetor (para arranjos unidimensionais) e matriz (para arranjos bidimensionais).

 

Os arranjos mantêm uma série de elementos de dados, geralmente do mesmo tamanho e tipo de dados. Elementos individuais são acessados por sua posição no arranjo. A posição é dada por um índice, também chamado de subscrição. O índice geralmente utiliza uma sequência de números inteiros, mas o índice pode ter qualquer valor ordinal.

 

Fonte: wikipedia

 

Vejamos então alguns exemplos de Vetor e Matriz:

 

  • Vetores

 

Exemplo 01: Armazenar o número digitado elevado ao quadrado em um vetor de cinco posições e imprimir o conteúdo do terceiro vetor.

 

Código_09

 

 

Exemplo 02: Digitar 5 números e mostrar os números no final.

 

Código_10

 

 

Exemplo 03: Digitar 5 números e mostrar o vetor na posição inversa.

 

Código_11

 

 

Exemplo 04: Alimentar um vetor de 5 posições e passar o conteúdo para o segundo vetor multiplicando por dois.

 

Código_12

 

 

 

  • Matrizes

 

Exemplo 01: Criar uma matriz de 2 linhas e 2 colunas e armazenar 4 nomes.

 

Código_13

 

Exemplo 02: Armazenar os nomes de duas pessoas e de seus pais e maes.

 

Código_14

 

Exemplo 03: Criar uma matriz que armazene os dias da semana, sua abreviação e o nome em inglês, quando o usuário digitar um número correspondente ao dia da semana, o programa irá mostrar o dia em português, abreviação e em inglês.

 

Código_15

 

Exemplo 04: Crie uma matriz numérica de 4 X 5 que imprima a soma das colunas no final.

 

Código_16

 

Bom até aqui um pouco de revisão/introdução de lógica, vamos ao que nos interessa, exercícios:

 

Desenvolva os exercícios abaixo usando o software VisualG:

 

Exercícios Nível 1 - básico

 

  • Ler um número inteiro e mostrar o seu antecessor e sucessor
  • Dadas as medidas de uma sala em metros (comprimento e largura), bem como o preço do metro quadrado de carpete, informe o custo total para forrar o piso da sala
  • Criar um programa que mostre a raiz quadrada de um número inteiro digitado
  • Criar um programa que leia o nome de um vendedor e seu salário, mostrando o nome e seu salário com acréscimo de 20%
  • Faça um programa que receba um valor de uma compra e a quantidade de parcelas, mostre o valor das prestações
  • Digitar o nome e o sexo de uma pessoa, mostrar as seguintes frases conforme o sexo digitado:
    Bem vindo Sr. .... ou
    Bem vinda Sra. ...
  • Criar um programa que leia dois valores inteiros e faça a troca dos valores na sua respectiva variável, e imprima os valores trocados
  • Calcular o IMC de uma pessoa, sabendo-se que: o índice de massa corpórea (IMC) de uma pessoa é igual ao seu peso dividido pelo quadadro de sua altura. Informe o nome, peso e a altura de uma pessoa, calcule o valor do seu IMC
  • Calcular o IMC de uma pessoa, sabendo-se que: o índice de massa corpórea (IMC) de uma pessoa é igual ao seu peso dividido pelo quadadro de sua altura. Informe o nome, peso e a altura de uma pessoa, calcule o valor do seu IMC e informe o resultado conforme tabela abaixo:

    Resultado    -   Situação
    Menor de 17 - Muito abaixo do peso
    Entre 17 e 18,49 - Abaixo do peso
    Entre 18,50 e 24,99 - Peso normal
    Entre 25 e 29,99 - Acima do peso
    Entre 30 e 34,99 - Obesidade 1
    Entre 35 e 39,99 - Obesidade 2 (severa)
    Acima de 40 - Obesidade 3 (mórbida)
  • Ler uma temperatura em graus Celsius e mostrá-la convertida em graus Fahrenheit. A fórmula de conversão é: (F=(9*C+160)/5), sendo F (Fahrenheit) e C (Celsius)

 

 


Exercícios Nível 2 - condicionais

 

  • Em uma loja até 100 folhas a cópia custa R$ 0,25 acima de 100 folhas custa R$ 0,20. Entre com o total de cópias e informe o total a ser pago
  • Faça um algoritmo que leia um número e imprima se este número está no intervalo entre 100 e 200
  • Faça um algoritmo que leia um número inteiro e mostre uma mensagem caso este número seja maior que 10
  • Faça um algoritmo que leia dois valores inteiro distintos e informe qual é o maior valor
  • Entre com o nome e idade de um jogador e informe sua categoria conforme tabela abaixo:
    Infantil (até 10 anos)
    Juvenil (até 17 anos)
    Sênior (acima de 17 anos)
  • Informe três números inteiros distintos, imprima-os em ordem crescente
  • Informar o nome do aluno e 4 notas bimestrais, imprimir o nome do aluno e o resultado conforme a média abaixo:
    Média menor que 5 reprovado
    Média entre 5 e 6,9 recuperação
    Média maior que 7 aprovado
  • Criar um programa que leia os seguintes dados:
    Nome de um aluno
    Quatro notas bimestrais
    Quantidade de horas/aulas dadas
    Quantidade de faltas
    Imprimir o nome do aluno, sua média conforme tabela abaixo e o resultado final sabendo-se que o aluno poderá ter no máximo 25% de falta, acima disso imprimir "Reprovado por falta"
    ***** Tabela *****
    Média menor que 5 reprovado
    Média entre 5 e 6,9 recuperação
    Média maior que 7 aprovado
  • Faça um sistema que receba o valor de total de venda de um pedido. Se o pagamento for a vista em dinheiro tem um desconto de 5%, se o pagamento for com Cartão de Débito, valor sem desconto e se o pagamento for em Cheque, acréscimo de 10%
  • Faça um sistema que leia dois números inteiros e mostre para o usuáro o seguinte menu de opções:
    1 – Soma
    2 – Subtração
    3 – Divisão
    4 – Multiplicação
    Imprima o resultado após a escolha
    Obs.: ***** Utilize o comando escolha *****

 

 


Exercícios Nível 3 - laço de repetição

 

  • Faça um sistema que imprima os números de 1 a 20 em ordem crescente
  • Faça um sistema que imprima os números de 1 a 20 em ordem decrescente
  • Entre com um número inteiro e mostre sua tabuada
  • Peça um número inteiro (n) e imprima na tela os números de 0 até (n) em ordem decrescente
  • Faça um sistema que ao ser solicitado um nome ele imprima 10 vezes este nome junto com seu ordenal, exemplo:
    1º Fabio
    2º Fabio
    3º Fabio ...
  • Faça um sistema que leia 5 números inteiros e imprima somente os números pares
  • Faça um sistema que leia 5 números inteiros e imprima no final a soma dos números ímpares
  • Faça um sistema que peça um número de 1 a 10 e mostre o seu fatorial Caso o número seja maior que 10, informe que está fora do limite
  • Entre com um número inteiro e mostre sua tabuada na ordem inversa
  • Faça um sistema que peça os seguintes dados:
    Capital Aplicado
    Taxa de Juros Mensal
    Período de Aplicação em Meses
    Informe o montante no final de cada mês. O programa deve funcionar como a seguir:
    ***** Exemplo *****
    Capital Aplicado: 100
    Taxa de Juros: 10
    Período de Aplicação: 3
    ***** Resultado Final do Exemplo *****
    1o mês R$ 110,00
    2o mês R$ 121,00
    3o mês R$ 133,10

 

 

Exercícios Nível 4 - Vetor

 

  • Faça um programa que leia 10 nomes e armazene em um vetor
  • Faça um programa que leia 10 nomes e armazene em um vetor, imprima os nomes no final
  • Faça um programa que leia 5 nomes de aluno, suas duas notas bimestrais e imprima tudo no final
  • Faça um programa que leia 5 nomes de aluno, suas duas notas bimestrais, calcule a média e imprima tudo no final dizendo se o aluno está ou não aprovado, sabendo-se que a média para aprovação é 7
  • Faça um programa que leia 10 números inteiros e imprima em ordem inversa
  • Faça um programa que leia 10 números inteiros e imprima apenas os números pares
  • Faça um programa que leia 10 números inteiros e imprima apenas os números ímpares multiplicado por 5
  • Faça um programa que leia 5 números inteiros e imprima no final cada número digitado multiplicado pela posição do contador ao quadrado
  • Faça um programa que armazene em um vetor o nome de 5 pessoas e em um segundo vetor os sobrenomes, imprima no final o nome e sobrenome de cada pessoa em uma linha numerada
  • Faça um programa que solicite 5 números inteiros, depois solicite ao usuário um número, pesquisar se esse número existe no vetor. Se existir, imprimir em qual posição ele se encontra no vetor, caso contrário, imprimir a mensagem "Número não existe"

 

 

Exercícios Nível 5 - Matriz

 

  • Faça um programa para ler uma matriz de 3 X 4 de números inteiros, depois imprima a primeira posição e a última posição da matriz
  • Faça um programa para ler uma matriz de 3 X 3 de números reais e criar outra matriz em que cada elemento é o cubo do elemento respectivo na matriz original. Imprima no final a segunda matriz
  • Faça um programa para ler uma matriz de 3 X 3 de números inteiros e imprimir a soma dos elementos de uma linha fornecida pelo usuário
  • Faça um programa para ler uma matriz de 3 X 3 de números inteiros, depois mostre qual é o elemento armazenado em uma linha e coluna fornecidos pelo usuário
  • Faça um programa que crie uma matriz 3 X 3 onde cada elemento é a soma dos índices de sua posição dentro da matriz
  • Faça um programa para ler uma matriz 3 X 3 de números inteiros e imprima a soma dos elementos da diagonal esquerda
  • Faça um programa para ler uma matriz 2 X 3 de números inteiros depois passe os dados para uma matriz 3 X 2 e imprima
  • Faça um programa para ler uma matriz de 3 X 3 de números inteiros e faça a soma de cada linha, imprima as somas no final
  • Faça um programa para ler uma matriz de 3 X 3 de números inteiros e faça a soma de cada colua, imprima as somas no final
  • Faça um programa para ler uma matriz de 3 X 3 de números inteiros e faça a soma de cada linha e coluna, imprima as somas no final

 

 

 

Na próxima página exercícios em javascript, acesse já!